quarta-feira, junho 29, 2005

Uma Pequena Pausa....

Pois é após este inicio dos malfadados exames (que até hoje tão a ter resultados positivos) resolvi fazer uma pequena pausa para vir dar uma vista de olhos ao blog (como me compete fazer)...

Parece que temos um rato (que finalmente resolveu fazer alguns estragos) dentro do nosso espaço a pensar que isto é uma gigantesca bola de queijo onde pensa que pode andar a "ratar" a seu belo prazer fazendo buracos. Bem Sr. do mail "comia-tessaratatoda@portugalmail.pt" parece que quem foi comido foste tu pois afinal de contas andas a chamar cromo ao pessoal de Física, mas na verdade tu próprio és de Física ou se não és quase de certeza que estás num curso que faz parte do nosso departamento ou seja mais cromo és por estares a chamar-te cromo a ti mesmo.
Pá no que toca aos ex-caloiros de Física acho bastante pertinente teres falado de todos eles (incluindo de mim), mas diz-me sinceramente será que sabes realmente o que se passa nos bastidores do 1º ano?
Não deves saber... ou então tás muito atrás no tempo.

Mas na leves a mal com que te escrevo, isto não é para ficares com raiva (já a apanhas-te a vacina não já?), é simplesmente para o debate moral e criativo das nossas mentes se libertar. E assim sabendo que não insulto ninguém directamente (sem usar nomes ou especificações de pessoas como tu), vendo que até estou a fazer um serviço comunitário ao blog, testando à tua útilidade neste espaço ou não fosses tu a cobaia cá do sítio.
E pronto assim acabo o meu post, sim eu sei é grande... influências do meu padrinho:-)
Pessoal fiquem bem, e boa sorte para os exames na fiquem como o CROMO.
Até ao próximo post.




P.S.: Rato, resolvi pesquisar no Google o teu ratificante nome, e vê-só tu encontrei-te em plenas funções...




Vê lá se te cuidas!!! E citando a lágrima, vê-lá se arranjas bom senso.

sexta-feira, junho 24, 2005

As Escolhas do Jonas - O Ataque dos Clones

E aqui estamos para mais uma crónica semanal sobre os acontecimentos nacionais mais relevantes. Antes de mais quero aqui anunciar que, a pedido de muitas famílias, vou tentar encurtar os posts semanais publicados de modo a não afugentar nem cansar quem, por acaso, se depare com estes textos tão cuidadosamente elaborados. Assim, resolvi começar logo por encurtar este post (umas duas ou três linhas) e esperar pela reacção do público, esperando que esta seja positiva (pelo menos que não comecem a atirar tomates podres à minha pessoa). Igualmente a conselho de um ouvinte destes comentários (sim, já tenho pelo menos uma pessoa a ler o que eu escrevo) comecei a consultar uma psicóloga (bem, ainda não é exactamente uma psicóloga mas já está a acabar o curso; além disso, é o que estava à mão...). Até já sinto umas melhoras (acho eu!).

O principal acontecimento da semana que passou foi, indubitavelmente, o arrastão ocorrido na praia de Carcavelos no dia 10 de Junho, feriado nacional. Este acontecimento foi marcado por uma série de estranhos pormenores, sendo que o primeiro da lista foi o número de pessoas envolvidas nesta mega concentração de assaltantes por esticão. Sabe-se agora que o número inicialmente fornecido de 500 «perturbadores da paz pública e da carteira alheia» estava um bocado exagerado em relação à realidade (um bocado é favor). Este exagero é altamente compreensível devido a uma série de factores relacionados com o facto de este arrastão se ter dado em Portugal. Primeiro, é típico do português ir carregado para a praia com o seu farnel e o usual garrafão de 5 litros (conforme também se vê nos comboios) pelo que começa a ver o restante pessoal a dobrar ou até a triplicar. Igualmente importante nesta explicação é o facto de que quando começa a haver problemas, o português finge que não é nada consigo mas quando tudo acaba dá a sua opinião de cidadão revoltado procurando exagerar os números para explicar o facto de não ter feito nada.
Mesmo assim, e ao contrário da maioria dos portugueses, eu sou da opinião que não nos devemos limitar a comentar o acontecimento procurando encontrar alguém a quem pôr as culpas mas devemos sim procurar ver o lado positivo das coisas e encontrar novas maneiras de melhorar o país. Assim sendo, e com base neste espírito inovador, lanço aqui um conselho ao sr. ministro das finanças: e que tal formar uma equipa de uma centena e tal de fiscais de impostos para fazer um «arrastão» pela população. Assim, bastava colocá-los numa praia e eles varriam a praia inspeccionando as declarações fiscais de cada um. Além disso, com esta equipa formada a fazer arrastões de Norte a Sul do país já não haveria mais nada para «arrastar» por parte desses assaltantes de Carcavelos.

Para terminar este comentário gostaria apenas de felicitar publicamente o pódio conquistado pelo piloto português Tiago Monteiro. É verdade que foi necessário que quase todos os outros corredores tenham desistido da corrida mas mesmo assim foi um brilhante terceiro lugar (não sei porquê mas esta história faz-me lembrar a conquista da SuperLiga pelo Benfica e que está bem retratada na frase
O Benfica só foi campeão porque o Porto e o Sporting não quiseram. O Benfica também não queria, mas descuidou-se.
publicada no "Inevitável").

Altura de me despedir.
Continência e tal,
Jonas

quinta-feira, junho 23, 2005

amigos do laboratorio

Amigos estão todos muito ocupados com os exame e por isso minguem escreve????estão a correr bem espero eu!!!!!

Há se algem ficou ofendido por ser cromo leve isto como um elogio, ser cromo não é para todos :}

Hi Hi Hi Hi

Perguntas

Ó sr delegado como vai isso da política????

Sabiam que o sr André vai a Coimbra em Agosto ???? ai ai a chica!!!!! (os da control são porreiros !!!!

Amares 3 corta-me essa barba!!!

Marlene como é que aturas esse “homens” todos que sacrifício !!!!!?

E o nosso amigo emg Filipe já se decidiu por qual é que vai começar a comer em primeiro????

E o becas anda desaparecido, foi dar uma……volta Hi Hi

Adeus e ate breve

segunda-feira, junho 20, 2005

rato de laboratório: "ai ai e ando para aqui eu aturar estes cromos ai ai"

Agora o rato deu para chamar ao pessoal de Física de cromos, qual é a tua, rato? Bom senso nunca fez mal a ninguem...

quinta-feira, junho 16, 2005

rato laboratório

Bem se diz que só fala quem têm o que se lhe diga, é que rato de laboratório realmente é um nome mais do que decente para se por aqui, tem tudo a ver... ainda por cima quando é uma incógnita teórica. Se achas que é uma panasquice, rato de laboratório... pela pesquisa que fiz na net: rato de laboratorio é nada mais é do que um rato com umas pintas pretas que suspeitam sejam pulgas, parece que realmente andam a fazer-te de cobaia.

quarta-feira, junho 15, 2005

Atenção Alunos do 1º Ano

Pessoal é só para dizer que as aula de quimica do dia 31 teorico-prática passa para o dia 2 de junho as 14.30.

As aulas para repor a quimica geral vão passar para o dia 6 junho pelas 10h. No dia 23 ás 9.30 no anfiteatro de quimica.


Saudações académicas

Leonel Lopes

Nova Direcção no NEFUM

No decorrer da última reunião do Nefum, houve uma nova votação para uma nova comissão instaladora, sabendo que só havia uma lista para avançar a candidatura e sendo esta lista uma lista composta por alunos do primeiro ano teve de haver uma alteração do regulamento interno, em que a partir de agora os alunos do primeiro ano podem canditar-se a comissão instaladora do Nefum, assim como resultado da votação a nova direcção é composta por:

  • Presidente: Pedro Sá
  • Secretário: Flávio Almeida
  • Tesoureiro: André Pinto
  • Colaborador: Rafael Gonçalves


As propostas dessa lista foi apenas a regularizção da actual situação do Nefum.

Em continuação da discussão em outros assuntos, ficou para os vários alunos lançarem propostas, que deveram ser entregues ao Costa (presidente da assembleia), para os €400 disponíveis vindos da comissão de curso. Alguma sugestões já foram entregues (como por exemplo a compra de livros para o Nucleo, e despesas de markting no Encontro Ibérico, tendo este último ponto sido apresentado ao director de curso que não concordou), pedimos assim a todos que colaborem no melhor funcionamento do curso e do Nucleo, que se lembrem de melhores propostas e as partilhem com todos.

Abraços académicos

segunda-feira, junho 13, 2005

As Escolhas do Jonas - A Crise Contra-ataca

Muito bom dia (ou mau dia conforme as disposições dos demais) e bem-vindos a mais um comentário semanal do Jonas. Penso que (sim, ocasionalmente dá-me para isso) nunca é demais repetir que este espaço não procura concorrer com os novos programas de comentários da RTP (e.g.* Portugal no Coração) ou com as inúmeras telenovelas da TVI (como é o caso do programa Fiel ou Infiel).

A semana que passou ficou indubitavelmente marcada pela descoberta de que vários políticos acumulavam reformas e salários públicos. É verdade que a comunicação social demonstrou vários casos em diferentes campos políticos mas apenas procurou focar o assunto nos ministros do governo PS pois tinha finalmente encontrado alguma coisa para dizer sobre o governo de Sócrates além da famosa frase:
"O governo não será formado na comunicação social nem pela comunicação social. Habituem-se!",
e de supostas preferências do primeiro-ministro para a sua primeira-dama (pensando melhor, quem é que acompanha o Sócrates quando está num jantar de gala? Será o Freitas do Amaral? Ou o Campos e Cunha? Se calhar o melhor é arranjar uma daquelas meninas de Bragança, sempre fazia divulgação do turismo do interior transmontano). A título de comparação, ainda o governo de Santana Lopes não tinha entrado em funções e a comunicação social já sabia de mil e uma histórias hilariantes. Para este governo, a mesma comunicação social demorou mais de um mês para encontrar uma boa história. Devem estar a ficar cegos.
Até aqui, tudo bem. Esta parte não chocou ninguém. Agora quando começaram a fazer conferências de imprensa para justificar a legalidade da situação divulgada (eu trabalhei arduamente durante 6 longos anos no Banco de Portugal, mereço a minha parca reforma por inteiro mesmo que ganhe um salário miserável de ministro. Agora, aqueles salários exorbitantes de funcionários públicos, temos de os cortar. Paciência!) é que eu me parti a rir. Esta situação toda faz-me lembrar um padre a tentar celebrar missa numa rave party. Aliás, já não me ria tanto desde o tempo do Charlot.

Uma outra notícia marcante desta semana e que derivou da anterior foi a pérola oferecida por esse grande comentador político (e nos tempos vagos, presidente da região autónoma da Madeira) quando confrontado com a descoberta de que também acumulava uma reforma com o seu salário (parece que se está a tornar norma entre a classe política. Mamã, já sei o que quero ser quando for grande!). Uma vez que eu ainda estou a 3,8 anos-luz do calibre desse grande Senhor (senhor com letra maiúscula, nem que seja pelo seu tamanho de cintura), o melhor é apenas publicar um excerto do seu comentário:
"Eu vou receber aquilo a que tenho direito (...). Há aqui uns bastardos da comunicação social do Continente, digo bastardos para não dizer filhos da puta, que aproveitaram este ensejo* para desabafar o ódio sobre a minha pessoa."
Quem diria que estas pérolas viriam de um homem que passou 13 anos a fazer o curso de direito na Universidade de Coimbra.

Para acabar, apenas gostaria de realçar a grande notícia desportiva da semana: a grande vitória em Voleibol de Portugal sobre o Brasil, campeão olímpico e mundial, por 3-0. Nem que seja apenas no voleibol, já podemos dizer que os superámos. (Até os comemos!)


Continência e tal,
Jonas

* e.g. - abreviatura da expressão latina exempli gratia, usualmente utilizada na língua inglesa que significa por exemplo. (Esta lengalenga apenas está aqui presente para demonstrar que não fico muito atrás do Marcelo e demais políticos/professores em relação a cultura geral)

* ensejo - ocasião oportuna (Isto agora é só para me gabar)

quarta-feira, junho 01, 2005

Exames aqui vamos nós

Há quem não goste como escrevo, (paciência, tambem não gosto de "couves", mas por isso não deixam de ser benéficas) mas que hei-de eu fazer, renegar a minha existência "colonizadora"?
Há quem pense que o vermelho é insulto, (paciência, o ceu é azul e ninguem se quiexa), contudo e apesar das críticas, jamais deixarei de descrever a fenomenologia do ataque, abate e consequente análise do fenomeno - "encantamento libidinoso feminino".

Agora que vinquei posições (69, missionário, ... etc), desejo a maior sorte(ou coisa parecida), a todos para os exames.


"A paciência do acto manifesta-se no climax "
in "Encantamento Pussy(co)"

O Doer e o Sentir

  • Venho por este meio pedir, publicamente, enumeras desculpas ás pessoas que se feriram com o post que escrevi neste blog, em muito especial a cara colega Marlene.

    Assim sendo como as palavras me faltam resta-me poetizar

    O Doer e o Sentir

    Sinto-me contente, embora triste;
    Sorriu, embora chorando;
    Estou calmo, embora enlouquecido;
    Aqui estou, embora de coração partido.

    Estou morrendo;
    Dói, dói, é um doer enlouquecido,
    Que me endoidece,
    Aperta aqui no fundo,
    É um dor tão forte, tão forte,
    Que para o coração
    E me leva á “morte”.



    Com isto tenho alguns pontos a referir:
  • Tudo o que escrevi foi uma mera e simples reinação (brincadeira), como tantas outras que já foram feitas pela minha pessoa, sendo assim não se entende tal reacção ao meu post, mas contudo resta-me compreender.
  • Ás pessoas que comentaram anonimamente o meu post lhes digo: eu falo pela frente e critico o que acho necessário, penso que assim que se deve fazer e não anonimamente, pois a tais anónimos o meu muito desprezo.
  • Ao administrador o meu muito obrigado pela maneira como resolveu tal situação.


  • Por tudo isto a xicasso só passará a teclar neste blog para dar informações úteis para o curso (só coisas que o delegado terá de informar), pois até penso que este foi o principal objectivo na nascença deste blog (peço desculpa a todos pelas vezes que assim não foi).

  • Por último, resta-me pedir cordiais desculpas da extensão do post, contudo a situação obriga.

Adeus caros colegas por parte do xicasso

f…. m…., mas com coidado.


Do administrador

Aos bloggers do nosso blog:

O nosso Blog tem vindo a crescer, estamos a fazer já quase 3 meses e o numero de participantes tende a aumentar.

Alguns pontos que devo mencionar:

  1. No que toca a administração creio que não tem havido muita discordância com o que faço de qualquer modo se tiverem algo a reclamar sabem o meu mail.

  2. Devido a alguns pedidos por parte de alguns intervenientes decidi por os coments abertos a qualquer escrita, ou seja a partir de agora podem ser escritos por pessoas anónimas, sem estarem sequer resgistadas no blogspot.com .

  3. Os posts: nos nossos posts tem havido alguma linguagem mais forte que pode ferir as pessoas mais sensiveis, e alguns de contéudo mais imprópios, felizmente somos todos adultos(pelo menos já temos idade para votar) e podemos levar as coisas na brincadeira. Mas recentemente houve um post que me vi obrigado a apagar, espero que o seu poster não fique zangado mas mencionava certo tipo de actividades e situações que formaram algumas vozes de protesto, por apenas esse motivo o apaguei.

Assim acabo com a esperança de que as pessoas fiquem todas bem e que o nosso blog cresça ainda mais.


Do vosso administrador, André C. Pinto

Cheririnho a Mofo

15 minutes after;
Houston We Have a Problem!!


Sem querer dizer muito mal do comentário do nosso caro amigo jonas, o que se pode dizer é que para começar o cheiro a mofo só pode vir de alguém que não tenha lavado os dentes, já te disse pessoalmente mas para toda gente se lembrar, o cheiro a mofo foi o ano passado com a victória da Taça de Portugal. Quanto ao Paços é na verdade um feito muito grande e dou os meus parabéns, coisa que não se pode fazer do Penafiel e do Braga (ainda se perguntam como é que tantos Benfiquistas por cá!!), no que toca a alergia bem é caso para a toda gente dizer que afinal a gripe não é assim tão má. E o encarnado (vermelho aqui no Norte) até é bem giro e tá na moda.

No final desta critica construtiva, acabo por concordar contigo no que toca ao ao facto de noticiarem o aumento do defice nesse lindo dia primaveril (que mais parecia de Verão), no entanto que pode a gente fazer. Na verdade neste País toda a gente se crítica, mas toda gente põe as coisas a tender para o seu lado.

Aqui me fico, até ao próximo post:-)