quarta-feira, fevereiro 07, 2007

E no mundo do futebol ...

Resolvi escrever este post para vos informar sobre as últimas notícias de futebol (atenção, eu disse futebol, não disse desporto; é preciso saber distinguir as coisas; é preciso ber, ber, ...).

Pelos vistos, existe uma nova tendência entre os multi-milionários de todo o mundo. Aparentemente, o que está na moda para estes senhores de algibeiras recheadas é comprar um clube de futebol inglês (um clube espanhol ou italiano não tem o mesmo charme; um clube inglês tem sempre um «je ne sais quoi» especial).
Basicamente, já não é chique jogar golfe! O que está in é ver outros moços jogar futebol no seu terreno!
De facto, esta semana o Liverpool foi comprado por dois milionários americanos (que por acaso já têm duas equipas de hóquei no gelo e uma equipa de basebol), apenas para pertencer à elite de multi-milionários que podem afirmar ter nas suas posses clubes de futebol.
Para quem não se lembra, ainda no início desta época o Manchester United foi comprado por um outro indivíduo americano (muito rico), um tal de Malcolm Blazer. Já para não falar do segundo clube de todos os portugueses, o famosíssimo Chelsea, vulgo the winning machine, comprado pelo José Mourinho, perdão, digo Roman Abramovich. Com esta aquisição (feita ao estilo Monopólio, com o senhor de monóculo e sem ser necessário passar pela casa partida), já são sete os clubes ingleses na posse de indivíduos excepcionalmente dotados de fundos praticamente ilimitados: Liverpool, Manchester United, Aston Villa, Chelsea, Fulham, West Ham e Portsmouth.
Assim sendo, deixo a minha recomendação para uma certa pessoa aqui, precisamente aqui:
Belmiro, não estejas a perder tempo com essa OPA sobre a PT, isso não é cool. Vai mas é comprar um clubezito inglês e não te esqueças de convidar aqui o teu amigo para assistir a alguns joguitos.

Também não sei se alguém reparou mas o chefe de fila da FPF, o Gilberto Madaíl, foi eleito para uma posição de topo da UEFA: o Comité Executivo da UEFA (só uma pergunta, o que raio faz o Comité Executivo da UEFA?), onde apenas estão presentes mais 5 elementos, aka* sanguessugas.
É o que eu sempre disse: os ilustres dirigentes do futebol português têm capacidade e conhecimento para muito mais do que apenas este rectângulo de terra.
Mais dia, menos dia, eles vão dominar o futebol internacional com os seus rebuçadinhos e diversos cafés com leite.

Continência e tal,
Jonas

P.S.
Ah, pois, esqueci-me desta importante notícia, merecedora de cabeçalhos por todos os jornais internacionais (New York Times, Expresso, The Guardian, Ana + Atrevida, ...): Portugal ganhou ao Brasil (2-0)!!!
E ainda dizem que Portugal é um país retrógrado! Infiéis!

*aka - abreviatura de also known as (expressão inglesa com o significado: também conhecido como).
Esta definição está presente apenas para não me começarem a acusar de discriminação para com as pessoas sem conhecimentos básicos de inglês.